Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

irritado (blog de António Borges de Carvalho).

O SOCIALISMO É A FILOSOFIA DO FRACASSO, A CRENÇA NA IGNORÂNCIA, A PREGAÇÃO DA INVEJA. SEU DEFEITO INERENTE É A DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA DA MISÉRIA. Winston Churchill

SANGRIAS MENTAIS

 

Pegue em meio litro de tinto, misture meio litro de gasosa, duas colheres de sopa de açúcar, três rodelas de laranja e duas de limão. Mexa com uma colher de pau e junte umas pedras de gelo. Mexa outra vez. Fez uma sangria. Se quiser variar, varie como entender, ponha uns nacos de maçã, uma pitada de canela, ou o que a imaginação aconselhar. Terá uma sangria na mesma. Também há quem use vinho branco, mas isso já é um tanto ou quanto herético.

Esta agradável beberagem pode, como é natural, ser feita em qualquer parte do mundo, já que poucos serão os locais onde não seja possível obter os ingredientes, e não é preciso talento nenhum para misturar a coisa a contento.

 

Ora bem. Demonstrando à saciedade a exactidão do velho aforismo “quem não sabe fazer nada faz colheres”, um distinto escol de deputados europeus encontrou as colheres na sangria. Discutida a coisa em diversas comissões parlamentares, com discussões vivas e demonstradoras da mais elevada cultura, feitos dezassete relatórios, aprovados os ditos após a movimentação de inúmeras influências e de lentas negociações entre os diversos grupos políticos, o trabalho dos “pais da Europa” subiu finalmente ao plenário, sendo objecto de maioritária aprovação. E, com curto prazo para que todas as ordens jurídicas dos 28 países absorvam a nova lei, ficaremos seguros: a sangria, coisa dificílima de fazer e própria de altíssimos especialistas, passou a ser um exclusivo dos países ibéricos. Ninguém mais será autorizado a chamar sangria à sangria. Que orgulho não encherá os nossos corações, bem como os dos habitantes do império castelhano!

 

Aqui temos uma demonstração clara de como estas caríssimas manifestações de estupidez podem prejudicar as Nações. É que a sangria, essa coisa agradável mas primitiva, é posta ao mesmo nível, por exemplo, do Champagne ou do Porto. Quer dizer, o Champagne e o Porto ficam ao nível da sangria! Duas bebidas de renome internacional, que dependem de teatros geográficos únicos e de tecnicas de fabrico igualmente únicas, desenvolvidas ao longo de séculos em comunidades bem diferenciadas, passam a ter a mesma protecção que a sangria.

 

Quem não tem vergonha de uma coisa destas? Andam a sangrar-nos uma pipa de milhões e o que nos dão de volta é uma baratíssima sangria.

 

15.1.14  

  

António Borges de Carvalho

O autor

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D